Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Vivência Profissional (art. 15)

Criado: Sábado, 28 de Janeiro de 2017, 14h16 | Acessos: 1814
    1. Sou 1º Sgt. Servi em Ijuí-RS (16 DEZ 10 até 25 JUN 12 - 558 dias). Fui nomeado para o Min Def. Está prevista a pontuação após 545 dias na mesma Guarnição, se o militar for nomeado. Por que os pontos da Vivência Profissional em Ijuí-RS não estão na FVM?

    Na verdade o Sr NÃO FOI NOMEADO para o Ministério da Defesa, mas sim DESIGNADO para fora da Força. Essa situação não pode ser enquadrada pelo art. 15, § 2º das EB30-IR-60.001 (necessidade mínima de 545 dias). Para fazer jus à pontuação do componente Vivência Profissional na Gu de Ijuí-RS, nesse caso, o Sr deveria ter permanecido naquela guarnição por 720 dias, conforme prevê o art. 15, Inciso III das EB30-IR-60.001.

 

    2. Sou Ten Cel. Servi no CMSE (16 JAN 06 até 20 FEV 08 - 766 dias). Está prevista a atribuição da pontuação após 720 dias no mesmo Comando Militar de Área, porém a minha FVM não apresenta os pontos. Por quê?

    Segundo os registros constantes do quadro de movimentação do extrato de sua Fi Cdtr, o Sr permaneceu em Missão de Paz, durante o período compreendido entre 2 ABR 07 e 27 DEZ 07 (267 dias). O período passado em missão no exterior não poderá ser considerado para a vivência profissional, de acordo com o art. 15, § 4º das EB30-IR-60.001. Logo o Senhor não possui 766 dias no CMSE, mas sim 501 (766 – 267 = 499) dias, não atendendo o previsto no art. 15, § 4º das EB30-IR-60.001.

 

Fim do conteúdo da página